Curiosidades de Trindade

VOCABULÁRIO CAIÇARA

Caiçara: A palavra caiçara tem origem tupi – kaisara, nome dado para uma armação com várias estacas de madeira que protegiam as tabas (casas dos índios) ou até aldeias inteiras.
Este também é o nome de uma armadilha para peixes feita com galhos de árvores.

01- Esperar o jazigo: esperar a calma do mar entre as séries de ondas.

02- Jundu: lugar da praia onde o mar, depois da maré alta ou de uma ressaca, deposita restos de lixo e material orgânico.

03- Samburá: cesto grande, feito de trançado de cipó, taboa ou timupeva, utilizado para carregar o peixe depois da pesca.

04- Big-di: beija-flor

05- Picuí: farelo, resto de peixe.

06- Quirera: sobra de mandioca que se dá para as galinhas comerem.

07- Aloito: bagunça

08- Urgia: barulho

09- terralhão: vento

10- peixão: mulher bonita

11- tribujão: temporal

12- saquité: bolsinha feita de retalhos de tecido para carregar aspilotas: pedrinhas redondas utilizadas para jogar em um brinquedo de madeira chamado bodoque.

13- mundéu: armadilha de madeira para pegar animais maiores como cotias e tatus.

14- tigüera brava: mata muito fechada e difícil de passar, cheia de cipós , urtigas. Também usada para definir mulher feia.

PEIXES

Sargento, frade, corvina, marimba, xarelete, xaréu, olhete, olho de boi, tainha, peixe espada, cavalinha, cavala, linguado, budião, paratí, badejo, garoupa, sardinha, sororoca, caranha, sargo, carapau, moréia, raia manteiga, raia siri, cação viola, cação anjo e outros.

AVES

Atobá, fragata, garça, quero-quero, gaivota, tuim, João-de-barro, bem-te-vi, andorinha, maçarico branco, tucano, jacu, perequito verde, beija-flor preto e branco, tié-sangue, martim-pescador e outros.

MAMÍFEROS

Anta, capivara, cateto, cutia, gato do mato, lontra, macaco prego, onça parda, preguiça, queixada, sagüi, tatu.


Copyright © 2017 Paraty Trindade - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por: PWI WebStudio